Hoje reparei um hábito muito estranho que eu tenho, mas saudável. A arte de beber água, ou de esquecer coisas. Como um ser ambientalmente correto, evito o uso de copos plásticos no trabalho. Por isso, uso minha caneca herdada no meu primeiro estágio.

Então, levanto, saio da sala, vou pegar água pra deixar na minha mesa. Chego no bebedouro, encho a caneca, bebo. Encho de novo e bebo a segunda caneca. Satisfeito, encho mais uma caneca pra levar para sala. No caminho de volta, esqueço a finalidade daquela água e bebo.

Tenho que voltar para encher. Chego no bebedouro e, como de costume, bebo duas canecadas de uma vez e a terceira pego para levar para a sala. Mas, novamente, bebo no caminho. Totalizando seis canecas de água, sento na minha estação de trabalho com a caneca vazia.